Applicando para meu Visto no Brasil

Se documentação e burocracia brasileira parecem assustar, deixa-me te dizer alguma coisa: você está certo.

Estou brincando, um pouco. Como eu viajo muito entre os Estados Unidos e o Brasil, eu e o Gustavo decidimos aplicar para meu visto aqui nesse ano. Como mencionei no meu ultimo post sobre nosso casamento no Brasil, este visto significa que eu posso vir e ir do Brasil quanto eu gosto, sem me preocupar se tenho mais tempo no meu visto.

Sou uma boa Americana com uma personalidade tipo A, então depois de decidir aplicar pelo visto, comecei a pesquisar quando ficava ainda nos Estados Unidos. Queria pesquisar com bastante tempo porque estava com certeza que precisaria trazer documentos dos Estados Unidos para o Brasil.

Primeiramente, fique confortável com o site da Polícia Federal. A PF é responsável pela imigração no Brasil, então são as pessoas que você encontra quando chega no aeroporto. Eles são também as pessoas que examinem suas encomendas estrangeiras. Ah, tenho sentimentos sobre a PF.

Porque Brasil é Brasil, não há muito informação online, com a exceção dos outros blogeuiro/as que fizeram esse processo também. Recomendo achar alguns artigos bons escritos por pessoas que já tiram o visto, como eu, e colecione todas as semelhanças. O processo variará dependendo do seu estado, sua cidade, o aeroporto onde você vai para a PF, a época do ano, e se a pessoa com quem você fala acabou de voltar de férias ou está saindo pelas férias. É um jogo de dados.

Para preparar antes de chegar no Brasil, traz o seguinte:

  • Obter uma apostilha do seu certificado de nascimento. Isso vai verificar que seja um documento legal. Em Nova Jersey, esse processo levou quase seis semanas então faça o mais cedo que possível.
  • Com certeza, traga o seu passaporte!

Surpreendentemente, isso é tudo. A maioria dos documentos que precisávamos descobrimos que precisamos enquanto estávamos no Brasil.

Nota: muitas pessoas solicitam uma verificação de antecedentes como parte do processo. Essa parecia ser necessário para candidatos do visto através do união estável, mais através do casamento não precisamos. Se você não tem certeza se precisará, fale com a polícia americana local para achar onde você pode tirar impressão digital. Quando você recebe os resultados, mande-los para o estado para tirar um apostilha por isso também.

Até nós chegamos no Brasil, tivemos meu certificado de nascimento apostilhado e meu passaporte traduzido por um tradutor juramentado. Depois, registramos os dois documentos. No Rio, pode registrar documentos ao Cartório do 6º Ofício de Registro de Títulos e Documentos no Centro. Originalmente, queremos aplicar via um união estável, mais ao invés decidimos de se casar. Quando tivemos a certificação do casamento na mão, poderíamos confirmar todos os documentos requeridos na PF.

Para confirmar tudo, precisávamos visitar Galeão, onde fica a PF, quatro vezes. Ao contrário dos Estados Unidos, a imigração no Brasil é menos estrita. Ao invés de ativamente manter as pessoas fora por causa de uma demanda alta, a imigração brasileira só exige que você pague taxas e amestre-se para desencorajar as aplicações das pessoas que não estão serias. Em breve, enquanto que você faz o que seja necessário, eles não estão realmente atrapalhando você de vir aqui.

Quando você está na PF, é importante ser polite. Sim, o processo é frustrante. Sim, é impossível achar informação. Sim, vai ouvir uma resposta diferente cada vez que você pergunta. Porém, eles são a autoridade máxima no país, então é sábio tentar sorrir e faça todos os passos com graça. Admitirei que não fiz assim sempre, mais pois é.

As primeiras vezes que fomos lá para pegar informação, não obtivemos respostas claras e, na minha opinião, era porque não parecemos suficientemente sérios. Até temos a certificação do casamento conosco, recebemos respostas muitas vagas porque se tivéssemos aplicado via o união estável teria demorado mais um ano. Então não valia a pena para eles realmente falar conosco e esclarecer todos os requisitos.

Com o casamento, eles finalmente nos deram essa lista. Se você aplica por esse visto, tenta pedir uma lista de todos os documentos requisitos na sua primeira visita para facilitar tudo.

Você precisará:

  • O requerimento preenchido, o que você pode achar no site da PF.
  • Uma copia autenticada do passaporte do estrangeiro/a.
  • Uma copia autenticada do casamento.
  • Uma copia autenticada da cédula de identidade do brasileiro/a.
  • Uma declaração que não foi processado no Brasil nem no exterior. (Pode fazer uma pesquisa do Google para um exemplo.)
  • O pagamento, o que você pode fazer também no site da PF via “Gerar GRU.” Pode pagar esses boletos em qualquer banco e traz o receito quando faz a aplicação.
  • Uma foto do aplicante. Precisa tirar em frente de um fundo branco e não pode sorrir. Vale a pena confirmar o tamanho especifico porque não posso lembrar as dimensões em centímetros. Só lembro que é menor do tamanho das fotos nos passaportes norteamericanos!

Quando você tem todos os documentos, precisa agendar um horário para aplicar. Assumimos que se tivermos os documentos, poderíamos chegar lá, dar tudo aos oficiais, e sair vitoriosamente. Não era assim.

Para marcar um horário, vá para a seção de agendamento no site da PF e escolhe uma data e hora boa para vocês. Mais, se lembra, a hora significa quase nada. Meu compromisso era as 10 de manhã mas não falei com ninguém até 14. Repito, estamos no Brasil.

No dia do nosso compromisso, mostramos a comprovação de nosso horário, damos todos os documentos pelos trabalhadores e eles os levaram pelos oficiais de imigração. Nesse dia especificamente, o sistema caiu e eles tiveram uma reunião não planejado no meio do dia que atrasou todo mundo. Seja paciente! Realmente, acho que o Brasil é o melhor modo para aprender as filosofias do budismo zen.

Finalmente, o oficial me chamou e fomos num quarto pequeno onde ele tirou meus impressões digitais e uma foto. Depois, me deram um papel e um selo no meu passaporte dizendo que meu visto era pendente. Significava que quando entrei e saiu do país, a imigração saberia que eu era uma residente permanente também se ainda não tinha recebido a carta oficial.

A carta do visto levou só um mês para mim. Recebi uma noticia via email e fique chocada que era tão rápido. A carta levou mais de um ano e meio por um colega meu! Para mim, o processo em geral levou quase cinco meses e, acho, $2000 em total. Não acredito que deve ser tão caro, mais fizemos alguns erros, registramos e traduzimos alguns documentos que não precisamos, e pagamos por ambos um casamento e um união estável. O visto mesmo só custou $100 nas taxas.

Olhar a distância, o processo não era tão estressante. A parte mais difícil era achando toda a informação porque precisamos fazer isso em pessoa. Olhando ao site da PF agora, vejo que está em manutenção para atualizações então espero que reclamei bastante para inspirar o governo de realmente colocar todas as informações online.

Se você está fazendo esse processo agora e tem mais informação — ou perguntas — deixa um comentário!

Leave a Reply