A última semana em Nova Jersey

A semana passada, eu celebrei meu aniversário – um aniversário grande! Todos os anos, de três ou quatros anos até hoje, eu fiz a mesma coisa no meu aniversário: comer pizza ao meu lugar favorito no mundo, Kesté.

Esse ano, eu entrei no meus anos trinta, mas eu queria fazer a mesma coisa. Então, com família e amigos, comemos pizza e um bolo. Foi uma noite divertida, maravilhosa, e deliciosa — uma noite perfeita.

O próximo dia, teve a Festa Brasileira em Nova York, uma festa para o dia de independência. Ao invés de visitar a festa, tomamos um cochilo grande depois de comer panquecas no café de manhã. À noite, chegamos ao Le Poisson Rouge para o evento Baile de Favela organizado por Brasil Loves.

Quando eu sugeri essa festa, o Gustavo pareceu céptico. Estávamos em Nova York, não no Brasil! Mas, nós dois estávamos surpresos com quanto gostamos a festa. A música foi perfeita (primeiramente funk raiz com algumas músicas de sertanejo) e todas as bebidas usaram catuaba, uma tema engraçado mas gostosa também.

Segunda-feira foi um feriado nos Estados Unidos, o dia de trabalhador, e decidimos de visitar o Brooklyn Bridge (uma outra coisa que Gustavo queria fazer). Encontramos minha mãe para jantar ao Bareburger, porque eu queria saber se o estava aberto, e porque amamos de verdade o Bareburger.

O dia estava tão bonito que decidimos andar da Union Square até o Brooklyn Bridge. Foi um caminho longo, e ao fim, eu estava morrendo. Mas o caminho, e a vista, no ponte foi lindo. Não havia nuvens no céu and despite the crowds, the pace moved relatively quickly.

Originalmente, tivemos a idéia de comprar sorvete ao Brooklyn Ice Cream factory depois de terminar nosso caminho mas falimos em métodos variados, incluindo saindo ao posto errado do ponto, não estavamos com dinheiro espécie, e sendo sem paciência de esperar a fila gigante do sorvete.

Passamos a resta da semana fazendo algumas coisas antes que o Gustavo fosse para casa. Ele deveria partir hoje, terça-feira, mas por causa do furacão ele precisou mudar seu voo. Mas fomos sortudos: ele consegui a comprar um voo no domingo, o dia antes que eu parto para meu viagem de trabalho, e um voo direito para o Rio, ao invés de uma parada em Miami.

Estamos divertindo os próximos dias, antes de dizer “tchau” por algumas semanas e eu estou indo para Canadá para ver meus colegas para uma semana inteira!

Leave a Reply